Gerenciando a Qualidade de Vida: Ações Fixas ou Pontuais | Vital Work – Qualidade de Vida no Trabalho e Saúde Ocupacional
Quarta-Feira, 17 de Outubro de 2018
 

Notícia

Gerenciando a Qualidade de Vida: Ações Fixas ou Pontuais

Quando se fala em qualidade de vida no trabalho a primeira coisa que vem à mente das pessoas é Ginástica Laboral. Prática típica do ambiente de trabalho, é a mais conhecida das ações de qualidade de vida afinal a maioria das pessoas ou são empregadas por empresas que oferecem esse tipo de benefício ou conhecem alguém que é.
 
Se não for ginástica laboral, a ideia que vem na cabeça é de massagem. Você vai num cantinho reservado da empresa, lá já está o terapeuta com uma cadeira de Quick te esperando, e você senta e pode relaxar por uns minutos.
 
Ambas as ações fazem sim parte de ações de qualidade de vida, mas a palavra importante aqui é “parte”. Como sempre falamos nos artigos aqui da Vital Work, qualidade de vida nas empresas tem que ser mais do que uma terapia, mas realmente uma mudança positiva na vida das pessoas. Mas o que queremos dizer com isso? Será que não se podem ter só massagens em eventos? 
 
A grande pergunta é: se qualidade de vida não é ação única, só podemos falar em programas fixos?
 

Ações Pontuais e Fixas

Ficamos aqui repetindo que qualidade de vida envolve uma mudança duradoura na vida do trabalhador. Então, qual o tamanho do impacto que um evento, que dura apenas um dia, ou no máximo uma semana, terá de positivo na vida de uma pessoa? 
Pensando um pouco não parece que uma ação pontual envolva um período suficiente para realmente se instaurar uma mudança no comportamento do corpo de trabalho. Contudo, existem diversas ações e terapias voltadas ao bem-estar que são mais adaptadas a uma estrutura de eventos, mais efêmeros, como por exemplo palestras. 
 
Por natureza elas são ações curtas, durando cerca de uma hora, mas que quando são bem-feitas, abrem os olhos dos participantes, e podem levar a mudanças extraordinárias. Não faria sentido ter uma mesma palestra sendo oferecida às mesmas pessoas sempre. A informação já foi passada, o que falta depois da palestra é agir.
Outras, como a ginástica laboral, somente são efetivas quando atuam durante um longo período. Não faz muito sentido, a não ser como demonstração, fazer exercícios laborais apenas uma vez. Todo mundo que vai à academia sabe que não adianta ir só uma vez e pronto. Não, são meses e meses de suor até se chegar nos resultados. E depois não adianta descansar se não voltará logo ao que era antes.
 
E outras ainda, como a Quick Massage, podem ser usadas tanto como fixas ou como pontuais. O que a torna tão flexível é seu modo de atuação: é rápida e prática, feita sobre a roupa do paciente sem necessidade de óleos, etc. Nos casos pontuais isso permite uma rotação mais ágil dos colaboradores que as receberem, além de poder ser realizada em praticamente qualquer ambiente já que necessita somente da cadeira; nos casos fixos, ela permite que o trabalhador realize a massagem sem atrapalhar seu trabalho, pois a duração é curta, combatendo o estresse no dia-a-dia.
Então, qual deve ser escolhida afinal: as ações fixas ou pontuais?

O Melhor dos Mundos

Depende. 
 
O melhor dos mundos seria misturar ações fixas com pontuais, de acordo com as necessidades do trabalhador.
Um Programa de Qualidade de vida robusto geralmente envolve ações dos dois tipos. Por exemplo, ginástica laboral e nutrição de maneira fixa para manutenção da saúde, e eventos com palestras, quick massage e avaliação do estado de saúde para educação, relaxamento e prevenção de problemas futuros.
 
Mas isso nem sempre é possível. A empresa possui recursos limitados, entre eles o tempo, e gerir e investir nesse tipo de programa acaba sendo bastante custoso. O Brasil está em uma época de crise, e entramos em um dilema: os trabalhadores ficam mais estressados, tornando ações terapêuticas mais importantes; a empresa sofre com o fluxo de caixa, sobrando menos para se investir em qualidade de vida.
 
Não sendo possível a empresa poder fazer tudo o que gostaria, cabe a ela definir quais as maiores necessidades relativas à saúde na sua empresa e decidir de acordo.

Quando usar ações pontuais

Agora em maio, no domingo dia 8, será o Dia das Mães e é uma ótima data para realizar ações pontuais. Coincidentemente, o dia 8 de Maio é o dia mais cedo no ano em que pode haver um dia das mães, então as empresas precisam correr se quiserem oferecer às colaboradoras mães ações voltadas à elas. 
 
Cabe aqui escolher as ações, dentre as que funcionam em eventos, que são mais relevantes às mães. Desde palestras que falam sobre a saúde do bebê, nutrição, ou mesmo sobre a gestação, até serviços de relaxamento e beleza para mostrar como elas são valorizadas. Afinal elas trabalham em dobro: na empresa e em casa.

Datas Comemorativas ou Especiais

Ações pontuais são ótimas para datas comemorativas como a do Dia das Mães. Pode parecer algo muito voltado ao comercial, buscando o lucro e o aproveitando o aumento do consumo, mas trata-se de uma abordagem efetiva de escolha de dias de trabalho. Listamos aqui algumas razões:
  • Datas comemorativas aproveitam o embalo da própria sociedade estar falando sobre o tema, ou seja, a própria sociedade mostra a importância que o assunto tem na vida das pessoas. Em casos como Outubro Rosa, ou Novembro Azul, a empresa não precisa ficar responsável sozinha por toda a conscientização das pessoas já que outras mídias também auxiliam nesse trabalho.
  • Facilitam no planejamento. Seguindo as datas, tanto o pessoal responsável pela qualidade de vida nas empresas, quanto os funcionários e as empresas fornecedoras dos serviços sabem quando esperar que um evento aconteça e por isso podem se planejar com antecedência. Além disso, as datas já estão definidas.
  • Fica mais difícil esquecer algum grupo relevante da empresa. Fazendo uma breve pesquisa de datas comemorativas a empresa pode descobrir quais datas são relevantes para seu corpo de trabalho. Por exemplo, em um hospital o dia do médico é bem relevante, mas numa empresa de advocacia não.
  • Evitam descontentamentos. Se a sociedade como um todo se importou o suficiente para criar um dia especial e a empresa esquecer desse dia para seus funcionários, eles se sentirão ressentidos.
Mas não só de datas comemorativas vivem as ações pontuais. Dependendo das necessidades da sua empresa, como por exemplo, uma população com sobrepeso, ou que trabalha muito tempo carregando peso, uma nova demanda por ações que agem nesses casos pode se fazer necessária. As vezes até se tornando algo fixo, para garantir a saúde da população no tempo.
 
 
Assim, como qualquer outra área da empresa, é preciso de planejamento, ou seja, investir com inteligência. Só assim serão vistos os resultados. Se não for possível dar uma viagem para um resort para todas as mães na empresa, uma massagem ou até mesmo uma mensagem de parabéns é um ótimo começo.
 
(11) 3106-3756
Rua Apeninos, 429, conj. 1201/1202
Aclimação - São Paulo/SP